Música e Advertainment

by

Advertainment

 

No nosso curso tivemos uma aula especial sobre advertainment. Um deles, relacionada a música, tratava da Symantec que divulgou uma suposta banda cujas letras das música estavam relacionadas à empresa, porém – na opinião das pessoas -, as melodias eram tão ruins quanto bregas. De acordo com o palestrante desse dia, há dois extremos do buzz marketing: você divulga o que é muito bom ou o que é muito ruim… tão ruim que chega a ser obrigatório todos saberem de tal catástrofe.

Vamos ser otimistas e seguir o caminho da repercussão positiva. Se é alguma mídia que chama a atenção, você lança isso como um desafio para tentar descobrir o que é (ou do que se trata) e não se cansa enquanto não desvendar o mistério. Consequentemente, acaba se tornando uma distração, uma diversão, um jogo – logo um entertainment. Não sei se posso classificar como advertainment, mas vou me atrever, já que para mim é a mais pura diversão: tentar descobrir quais são as músicas de comerciais.

Vou tentar justificar meu ponto de vista: quem nunca ouviu – ou já se cansou de ouvir – a famosa música que toca no comercial do Mercado Livre? A busca foi incessante, vários amigos meus me perguntando “quem canta?”, “pelo amor de Deus, onde eu consigo a versão original?”. O todo-poderoso Google ajudou a retornar apenas resultados com a letra da música – a princípio foi um êxito parcial, já que agora poderíamos ter o prazer de cantar juntos os 40 segundos. Mas onde está a bendita música? Busca aqui, busca ali, busca acolá e finalmente encontrei a música original e, para espanto de todos, eram os mesmos 40 segundos. A frustração, em parte, se deu porque não tinha a versão integral, era uma música gravada especialmente para o comercial. Mas a felicidade era plena pois agora todos tinham a música, facilmente localizado no próprio site do Mercado Livre. (clique com o botão direito e salve o arquivo)

Pude perceber duas reações imediatas e positivas ao lançarem esse comercial: a disseminação da brincadeira de “vender” beijos no Mercado Livre, por mais que tenha sido espontânea ou de caso pensado – advertainment número 1 – e a caça divertida para encontrar a origem da música, já que todos pensavam que realmente era uma banda ou uma artista conhecida, mas que no final – para uma segunda frustração ou não – não era. Aqui entra o advertainment número 2.

É fato que em determinados produtos, para que se tenha uma aceitação maior ou uma identificação do consumidor com ele, é necessário um estudo de qual música ou qual artista selecionar – podemos citar como exemplo os comerciais de perfume, eles sempre conseguem relacionar a música com o conceito da fragância. Se a música for bem escolhida, pode ter certeza de que o produto ou a marca ficará marcado na memória de seu público-alvo (ou até mesmo na memória de qualquer um que tenha visto o comercial). Como segundo exemplo para ilustrar minha teoria, utilizo o comercial do celular Motorola KRZR, cuja música também serviu como um bom passatempo entre meus amigos.

Caso gostem da trilha sonora do comercial da Motorola: a música se chama Sugar Sweet, cantada pela banda The Icicles, que pode ser ouvida na íntegra no MySpace deles. (se quiser acompanhar a música, leia a letra dela no final dessa página)

José Brandão & Jacacarambola

Notícias complementares:
DJ Colette agita nova campanha “360 graus” da Motorola
“Ray of Light”, de Madonna, será trilha de comercial da Microsoft
Cashing In: Indie musicians cozy up to commercials

Tags: , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: