Frutífera: espalhando as sementes na internet

by

 Frutæera 

Hoje de manhã, minha colega de trabalho chegou com novidades (e atrasada… rsrsrs!): novo par de sapatos, nova bolsa da Lacoste, uma foto de um peixe beta dentro de uma garrafa de Absolut (!) e chás da Natura. De todas elas, a que mais me surpreendeu foi o chá da Natura e seus variados nomes para cada tipo (nem tão criativos, na minha opinião): ‘sacudida de satisfação’, ‘pitadas de ritmo’ e ‘goles de sossego’. Confesso que comecei a dar risada pela estranheza recém apresentada e, ainda relutante, perguntei novamente para minha colega: mas é da Natura mesmo? Sim, é a nova linha de alimentos, chamada Frutífera – se é que eu posso chamar de nova, pois segundo notícias, já está em circulação desde dezembro de 2006.

Para saber mais sobre essa linha “esteja-de-bem-com-a-vida” – que na hora me lembrou os produtos Taek do Pão de Açúcar -, entrei no site da Natura… e não encontrei absolutamente nada. Procurei pela palavra-chave ‘chá’ e o que me retornou foram desodorantes de chá verde – aliás, tem de ter uma fórmula muito, mas muito boa para o olfato humano; alguém aqui já tomou chá verde natural?

Ainda meio desapontado por não encontrar nada relacionado no site deles, recorri ao nosso amigo Google. O que me espantou é que não eram somente sites de notícias: blogs de temas diversos iniciaram o processo de marketing viral.

Acho muito legal essa nova abordagem, até então aventureira, pois creio que o meio mais tradicional seria criar um site especial para a nova linha de produtos e reforçar essa divulgação através das consultoras. Em se tratando de Natura, sabemos perfeitamente que o principal canal de distribuição são suas consultoras. Não existe meio de comunicação mais eficiente quando algum produto é lançado e no dia seguinte sua consultora liga para você falando que chegou catálogo com novidades.

Com a web 2.0, é claro que essa disseminação se tornou ainda mais forte. A Natura deu sorte de encontrar uma blogueira oficial – após certa resistência de ter alguém utilizando sua marca sem “direitos autorais” – e ter hoje o Movimento Natura, que se identifica diretamente com suas consumidoras através de um texto envolvente, abordando assuntos de preocupação entre as mulheres, como cuidados com a pele e o corpo.

As próprias consultoras estão cada vez mais familiarizadas com a internet, fazendo dos blogs principalmente um meio eficaz de divulgar a Natura e, claro, de promover o trabalho delas como “consultoras online”. Como imagem é vital para qualquer produto, a Natura criou também um vídeo explicativo sobre a Frutífera, que por sinal já está disponível no YouTube.

Por outro lado, até que ponto é favorável para a empresa se concentrar em um único canal de distribuição e deixar um pouco de lado os outros meios? No meu caso, mesmo não sendo um assíduo usuário de produtos da Natura, fiquei sabendo da nova linha de alimentos pela minha colega de trabalho que, aliás, é uma consultora. Se eu quisesse mais informações com mais praticidade e, como única fonte disponível um computador na minha frente, já poderíamos considerar aqui uma falha de canal: minha colega não tem o catálogo em mãos, mesmo ela falando que iria trazer amanhã.

Citei os produtos Taek acima e, apesar de não ter o mesmo processo de vendas e de distribuição que a Natura, a preocupação está voltada também para aquelas pessoas que não têm tempo – tão trivial em nossas vidas – de ir até um PDV e conhecer de perto o produto. No site em questão você já encontra todas as informações necessárias: conceito, categorias, onde encontrar e cadastro para receber novidades por e-mail. Por mais que eu não tivesse ouvido falar no produto, eu involutariamente teria visto no caminho da minha casa para o trabalho.

Ao meu ver, por mais que um canal dê mais retorno do que os outros, não se deve desmerecê-los. Além do mais, se é um canal, por que não aproveitá-lo da melhor maneira possível, mesmo não sendo a principal fonte de receita? Às vezes pode aparecer um Zé como eu que detesta folhear catálogos (desde supermercados até lojas de cosméticos) e adora fazer uma comprinha expressa pela internet com frete grátis. :) 

Já que eu falei tanto – até demais – sobre diversificação de produtos totalmente diferentes do que a empresa costuma vender, você sabia que a Yakult também vende cosméticos?

José Brandão & Jacacarambola

Notícias complementares:
Flickr: Natura Frutífera (powered by estudiomol)
Natura começa a vender alimentos no interior paulista
Blog Mundo da Cleide: Natura Frutífera

Tags: , , , , ,

6 Respostas to “Frutífera: espalhando as sementes na internet”

  1. Beatriz Says:

    1) Se 2 minutos vc considera chegar atrasada, ok eu cheguei mesmo… esse país voltou a funcionar depois do carnaval definitivamente, então eu vou ter que sair de casa 10 minutos mais cedo… hunf.
    2) Essa linha Frutífera é muito boa realmente para quem deseja uma alimentação balanceada… e quem prefere tomar um chá no meio da tarde, ao invés de um pacote de bolacha Negresco (Ahahahahah! Eu juro que to tentando!). Mas pelo que sei ela não está ainda disponibilizada para a venda no catálogo. Vamos aguardar um pouco mais.
    Se tiverem interesse em saber mais sobre os produtos falem comigo!! rsrs
    Adorei o blog! Vou passar aqui sempre!
    Beijos a todos e boa semana!!!

  2. Lu Says:

    Lu do Movimento_natura.blog falando, câmbio. José, afine suas pesquisas, a Natura usa muitos canais… não é á toa que construiu uma marca sólida! A Frutífera foi lançada em mercado teste, no interior de São Paulo. Eu também não estou sabendo de muitos detalhes da linha, o que sei está restrito ao publicado na internet também… vamos aguardar o lançamento oficial🙂

  3. Says:

    Lu, falei dos canais me referindo somente à nova linha, quanto aos cosméticos, só tenho o que elogiar. mas tô vendo que vou precisar afinar e muito minhas pesquisas – fiquei sabendo hoje que já está circulando comercial na TV. 😀

  4. ana Says:

    Nossa vc acredita que passei pela mesma situação que vc!!! fiquei louca para ver os goles de leveza etc!! mas vou ter que recorrer a uma consultora mesmo… kkkkkkkkkkkkkkkkk gostei deste blog vcs estão no ramo certo bjo ah adicionei vcs no meus favoritos ok

  5. Simone Says:

    Olá! Trabalho na linha em questão, a Frutífera da Natura, e devo explicar algumas coisas que você colocou como verdade aqui: não, a Natura não escolheu apenas esse meio de comunicação para divulgação dessa nova linha. Isso com certeza foi uma reação espotânea de algum internauta, pois nunca foi investido, sequer pensado em uma ação dessas. Como disseram em posts acima, a linha ainda está em uma área piloto, para testes, por isso o site da linha (que existe!) está disponível somente para as Consultoras da região.

    Espero ter sanado as dúvidas, apesar de tanto tempo depois!

    Abraços!

  6. Mônica Ribeiro da Silva Says:

    Procurei no site da Natura sobre os produtos da linha Frutífera e não encontrei nada. Sempre comprei Pitada de Ritmo, Bocado de Alívio, Tigela de Ânimo e Lascas de Bom Humor, só que de uns tempos para cá a Natura deixou de oferecê-los – o que é uma pena, pois são os únicos produtos da Natura que me interessam.
    Preciso saber se não vão mais comercializá-los pelo menos que me informe onde posso adquirí-los.
    Agradeço se me derem atenção direcionada para o que desejo, cordialmente
    Mônica.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: