Quem disse que na teoria é mais fácil?

by

Pensei que o TCC tivesse sido a última etapa da minha vida acadêmica. Mas como o mercado de trabalho é exigente e altamente competitivo, não podemos parar no tempo. Para fechar com chave de ouro meu curso de pós-graduação (adivinhe… em Marketing), comecei minha monografia. E comecei beeeeem devagar. O tema escolhido é: Otimização da comunicação das empresas através de ferramentas da internet. (Espero que o projeto não fique tão extenso e cansativo quanto esse título.)

Honestamente, acho trabalhos acadêmicos muito antiquados. Muitas regras regadas a vários padrões: padrão de escrita, padrão de formatação, padrão do padrão. Entretanto, se ele é realizado à luz de sua experiência profissional ou de um tema que é tão interessante a ponto de se entreter em um trabalho escrito dessa amplitude, então vale a pena. No meu caso, juntei o útil ao agradável: marketing ao digital, porém com certos obstáculos pela frente. Todos sabemos que a web 2.0 revolucionou os métodos tradicionais de comunicação das empresas, como por exemplo blogs, redes sociais e wikis, mas como conceituar – academicamente falando – essas tendências se eu não posso me vangloriar de acervos literários como o Wikipédia? Por isso a minha opinião quanto à antiguidade. Encontrar referência bibliográfica atual e consistente que sirva de alicerce para minha fundamentação teórica está sendo um desafio – okay, confesso que estou um pouco relapso ao procurar na biblioteca da faculdade.

Quem tiver sugestões de referência bibliográfica, vou ficar muito feliz pelas indicações!🙂


José Brandão & Jacacarambola

Panorama do projeto:

Como vou falar especificamente de comunicação, comecei pela Semiótica, desenterrando os conceitos confusos do Peirce: signo, objeto e interpretante. Prossegui com a mensagem, que é a peça vital do processo comunicativo. A Lúcia Santaella até que ajuda um pouco a desembaraçar todos esses conceitos, pelo menos até aqui. (deveria ter lido antes a sinopse dos livros que peguei dela – alguns não me ajudaram em nada, infelizmente, apesar de os temas serem interessantes)

A mensagem deve ser transmitida ao seu receptor por algum meio; esse canal é a mídia. A mídia, por sua vez, sofre mutações de acordo com o avanço da tecnologia da informação. Além de ela se alterar, ela também se converge. Parei aqui, pois ainda não encontrei nenhum conceito sólido de “convergência de mídias digitais”.

Sem perder o entusiasmo, exemplifiquei a convergência das mídias (vídeos que podem ser vistos pelo celular através de uma conexão de internet) e deixei claro que, por se tratar de um tema que se restringe ao mundo da internet, então não tem porque me estender em outros tipos de mídia que não sejam digitais.

Por fim, como o objetivo do meu projeto é identificar as ferramentas que as empresas usam na internet, concluí falando que essas ferramentas nada mais são do que as benditas mídias digitais – que eu demorei tanto para chegar até elas.🙂

Como parte do trabalho, vou fazer a velha comparação das mídias tradicionais (impresso, TV e rádio) com as atuais (internet, celular principalmente) e também falar do conflito entre elas quando ocorre a convergência digital (TV e internet).

Nem preciso dizer que usei Churchill e Kotler e seus conceitos batidos de marketing (quatros Ps, e-marketing, e-commerce, etc.), apenas para deixar como pano de fundo. Porém, como vou falar de Comunicação, terei de usar autores dessa área em específico. Sei que o Terence Shimp é o guru de Propaganda e Promoção, mas busco por mais opções.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: